Parar no sinal amarelo: prestar atenção

Por: “ Thátyla Lourenço“ São tempos de aceleração, Quanto mais rápido melhor. O prestar atenção se tornou escasso, Os encontros são rápidos, As despedidas também. Mas é preciso lutar contra a correria, Aproveitar os dias, A companhia da família, Dos amigos, Do amor. Compreender o pôr do sol como um lembrete, Ele descansa e eu também posso. Parar no sinal amarelo, Prestar atenção, Descansar, Aproveitar, … Continuar lendo Parar no sinal amarelo: prestar atenção

A filha que eu fui

Eram sete horas da noite de sexta-feira, eu estava em meu quarto esperando que mamãe chamasse para o jantar, o que era estranho já que tudo sempre ficava pronto às seis. Resolvi ir até a cozinha, escutando a voz alterada de papai enquanto gritava com a mulher baixinha que ele costumava abraçar. Mas isso foi há muito tempo, tempo que eles não lembram mais.  Eu … Continuar lendo A filha que eu fui

Vida que segue

*Segunda parte de Obstáculos e Desilusão Amorosa. Maria depois que foi rejeitada por Pedro por ser cadeirante ficou várias semanas sem compreender o que havia acontecido, mas na realidade ela sabia que foi por causa de sua deficiência que Pedro sumiu. Ela então ficou dias sem dormir pensando, sentindo falta das risadas ao telefone, e relendo mensagens trocadas.Maria então começa a trocar mensagens com sua … Continuar lendo Vida que segue